sexta-feira, 10 de abril de 2009

(des) Concertos






A mão que encontra o macio
A boca que tateia o rígido
A escuridão que justifica ações
A precipitação que excita.

O vento que aquece o corpo
A pele na pele que provoca arrepios
O beijo que cala e consola
A sanidade que se escorre
A razão que reprova.

Os olhos que enxergam além
As cores minhas que vejo na íris dele
O gráfico latente do desejo
Que desenha na pele a intensidade dos nossos momentos
A imprevisibilidade de duas pessoas.

A ausência de julgamentos
Conforta ao mesmo tempo que convém
Aquece ao mesmo tempo que finge
Cuida ao mesmo tempo que permite
E por fim, embala ao mesmo tempo que grita.





Boa Páscoa a todos!

8 comentários:

Dai disse...

Hum...adorei o poema..
Muito bom..

Muito obrigada pela lista..
Tinha gostado de uma e nao lembrava quem cantava..(da Paula Fernandes)..
Voce tem bom gosto para músicas..

Beijinhos..Ótima tarde pra vc

Thalita Lucas disse...

Nossa lindissimo como tudo q tá aqui.
E como disse a moça ai em cima seu gosto musical é mtooooo refinado.

Camilla disse...

Oiiii Dreycka, andei sumida mas tô voltando. Nossa, q poema mais lindo, cheguei arrepiar.

Feliz páscoa pra vc tb.

Bjos

Caio Paranhos disse...

Obrigado, e ficou linda a nova arte do título.

Lídia disse...

Dreey, linda!
Descurpe sumiço...to numa correria que só...
Vim te desejar feliz pásoa atrasado..cê acita?
sahuhsuahsua
Beijinhos!

Lizzie disse...

Feliz Páscoa, mesmo atrasada. Rs.

O amor faz com que vejamos além do óbvio. É comparativo.

E o desejo sem amor nada vale.

Um abraço
www.lizziepohlmann.com

Dandara disse...

Oii

Estou tentando a punhos fortes voltar a "blogosfera", mas tem sido tao complicado (tempo).
Gosto de vir aqui e ter novidades (sempre tão gostosas e surpreendentes).
O que dizer além das palavras já ditas no seu poema?
Perfeito!


Bjãaoooooooooo!!!!!!!!!1

Flá Costa * disse...

Ahh que falta me faz passear por esses blogs da vida. Até o meu tá semi abandonado... que droga que o tempo nos faz de escravos! rs

Bom mesmo é saber que não importa o tanto de tempo que eu passe afastada, as coisas aqui continuam lindas!

beijinho*