sábado, 29 de setembro de 2007

:: Eu vou me adaptar

Primeiramente quero agradecer a meu amiguinho Heliarly, que me deu o incrível prêmio BLOG SOLIDÁRIO. Tô muito feliz e queria propagar essa felicidade com mais 5 amiguinhos blogueiros. Então, repassando...


* Unsettled Thoughts

* Morando Sozinho

* Doideira Pura

* Passions - Bella

* Surto Psicossomático



Agora que tá todo mundo feliz.........
UM POUCO DAS MINHAS PÍLULAS....

Ele não se decide. Eu estou cada vez mais impaciente quanto a isso. Eu não tenho paciência pra ficar recolhendo migalhas de amor, impossibilidades, não gosto de nada imcompleto, inacabado, pela metade. Ou você é todo meu ou não é nada. Não quero só um pouco, quero tudo e pra sempre.

Então eu garanto pra vocês que eu tentei, mas minha paciência está se esvaindo. Certo é que a cada recaída, sinto que ele leva pela saliva um pouquinho da minha sanidade, meu amor próprio. Ele me faz gritar, sorrir, suspirar, tudo ao mesmo tempo. Dá pra entender?! Sabe como é você não querer tá junto mais quando chega perto quer colar o corpo no dele e ficar assim pro resto do dia?! Sabe o que é querer desligar o telefone na cara dele mas ficar esperando ele se despedir, desligar o telefone e dar um suspiro do tipo "eu mereço!!"... Sabe o que é não poder, mas acreditar em tudo o que ele diz, mesmo não acreditando nisso?! kkkk É não acreditar que você está acreditando nas mentiras dele... É DIFÍCIL!!
OVERDOSE SONORA
(não paro de escutar essa música!!)


quinta-feira, 27 de setembro de 2007

::reCICLO

Novo layout. O antigo estava me enjoando. Já que uma das minhas missões-pessoais nessa terra é de me abrir para o novo - ousar, tentar... MUDEI!


Quanto a mim... Entre idas e vindas, estou tentando me acertar. Pensei que dar um tempo fosse mais fácil, mas a realidade é que é difícil demais!!


Enfim, continuem me visitando. Sei que ando sumida, mas é que parece que minhas inspirações estão se esvaindo, e meus pensamentos se concentram agora num ser apenas... E coitado dos meus neurônios, fritam de tanto pensar nele.

Pelo menos todos esses amores (e porquê não desabores) me inspiraram a fazer este vídeo aqui... Ah, e se alguém pensou: "eita mulher pra respirar música..." Acertou em cheio!!



video

segunda-feira, 24 de setembro de 2007

:: Tempo

Eu preciso de tempo. Tempo pra colocar os pensamentos na cachola, pra analisar o que é sadio pra se pensar. Tempo pra pensar em mim!
E como dói abrir mão daquela pessoa que você só quer está junto.
Como dói você vê-lo e não poder tocar.
Assisti um filme sábado que dizia que: nessas horas, você sente doer partes do seu corpo que você nem sabia que existia!!

Passei todo o fim de semana pensando nele, nela... O quanto isso me machuca. Sabe como é ver uma piscina bem azulzinha num dia quente do Recife e não poder nem encostar o dedão do pé? E vê que tem gente lá se esbaldando e você só na vontade... É como eu me sinto com ele, como se não pudesse mergulhar.

Foi aí que eu pedi um tempo. Tempo pra ele sentir tanta saudade e tanta sede de mim que vai ansiar por uma decisão. Tempo pra ele sentir o que é querer e não poder por completo. Tempo pra ele querer sentir o gosto dos meus beijos e só poder lançar mão das lembranças. Tempo pra ele se conhecer e só assim poder me ter.

GENTE, DOR DE COTOVELO A PARTE, A PROPOSTA DESTE BLOG É COLOCAR MEUS PENSAMENTOS, EIS O TÍTULO DO MESMO. ENTÃO... APRECIEM MINHA AMARGURA DESTE MOMENTO.

XÊRO A TODOS!!

quinta-feira, 20 de setembro de 2007

:: Pernambuquês

Pra quebrar a rotina, segue alguns regionalismos que eu adoro!!

Só quem é Pernambucano entende!

- Gente alta é galaláu;
- Botão é pitôco;
- Se é muito pequeno é pixototinho;
- Se for o resto de alguma coisa é cotôco;
- Tudo que é bom é massa ;
- Tudo que é ruim é peba;
- Rir dos outros é mangar;
- Menino é "Mininu" e Menina "Minina";
- Já faltar aula é gazear;
- Quem é franzino(pequeno e magro) é xôxo ou guênzo;
- O bobo se chama leso ou demente;
- E o medroso se chama frouxo ou mole;
- Tá com raiva, tá invocado ou arretado;
- Vai sair, diz-se vou chegar;
- "Caba"(homem) sem dinheiro é liso;
- A moça nova é boyzinha;
- Pernilongo é muriçoca;
- Chicote se chama açoite;
- Quem entra sem licença emburaca;
- Sinal de espanto é "vôte !!";
- Tá bêbado, tá de fogo ou tá bicado
- Quando tá folgado, tá folote ou afolozado;
- Quem tem sorte é cagado;
- Pedaço de pedra é xêxo;
- Quem não paga é xexêro;
- O mesquinho ou sovina é amarrado, muquirana, mão de vaca, pirangueiro;
- Quem dá furo (não cumpre o prometido ou compromisso) é fulero;
- Sujeira de olho é remela;
- Gente insistente é pegajosa;
- Meleca se chama catota;
- Catinga de suor é inhaca;
- Mancha de pancada é roncha;
- Frango assado é galeto;
- Briga pequena é arenga;
- Perfomance ou atitude de palhaço é munganga;
- Corrente com pingente é trancilim;
- Pão bengala é tabica;
- Prender é “enganchar”;
- Desarrumado é malamanhado;
- Pessoa triste é borocoxô, macambúzo;
- "É mesmo" é "Iapôi";
- Recife pode ser "Récife", "Ricife" ou "Rêcife" mesmo.
- Borracha de dinheiro é liga;
- Correr atrás de alguém é dar uma carrera;
- Fofoca é fuxico;
- "Se deu mal" é "Se lascô";
- Estouro aqui se chama pipôco;
- Confusão é rôlo.

É assim que acontece, visse?

domingo, 16 de setembro de 2007

:: Olhar Pra Dentro De Mim

SuRtO PsiCosSoMáTiCo dE uM SuBcOnScIeNtE mOrTo

Ter certeza do que quer - Querer e não poder - Poder e não querer - Rotina - Cançasso - Desistir de tentar - Queimar os sonhos - Por a baixo a esperança - Olhar no espelho sem medo - Se descobrir e não se decepcionar - Se perder e se encontrar - Temer o inacabado - Abrir mão do perfeito - Discrer - Derrubar a utopia - Se entristecer com a realidade - Se sabotar - Ter e não perceber - Perceber que não tem - Ter o que nunca percebeu que não tinha - Saber o que quer - Saber dizer não - Saber dizer sim - Saber, apenas - Desconhecer a si própria - Nadar e nunca chegar - Não saber nadar - Se recusar a nadar - Morrer na praia - Se afogar - Chorar sem medo - Chorar lágrimas de verdade - Sentir a desilusão - Se permitir iludir - Se permitir errar - Parar de analisar a si - Parar de analisar os outros - Sentir o cheiro do amor - Amar - Desejar - Excitar-se com o novo - Querer mudar - E mudar - Chorar o que passou - Se arrepender - Não ter medo da vida - Viver os medos que não se tem - Acreditar em si - Acreditar nos outros - Parar de pensar - Pensar no que importa - Falar o que pensa - Pensar o que fala - Sorrir menos - Gritar mais - Ser mais incisiva - Ser forte - Ser EU.


EM*BOS*CA*DA --- Pitty


segunda-feira, 10 de setembro de 2007

:: DesFOCADO

A janela meio embassada aos poucos vai deixando escorrer as lágrimas que meu coração derramou. Ultimamente é só quem está chorando, pois dos meus olhos não sai mais nada, meu choro é orgulhoso, guarda a tristeza pra si. Costumo dizer que a lágrima mais dolorida é aquela que não escorre pelo rosto.

Mas enfim eu me achei. Me encontrei mais forte, mas bela, mas doce e saborosa. Um pouco mais dura, devo admitir, mas faz parte da vivência neste mundo. Tomei a decisão de parar de tomar decisões, parar de se precipitar mas sem ser irresponsável.


Definitivamente estar sozinha é uma opção! Se você fizer a escolha errada, pode estar acompanhada e se sentindo a pessoa mais sozinha do universo, então... Alone with myself one more time!!


Viva! Estou de volta. Uma versão mais "moderna"... Tipo 2.0 TURBO... kkkkk (Quase)



Obrigado a todos pelos coments, vocês são demais!


Música: ESTRELA - Carlinhos Veloz

Vocês não conhecem, ele é daqui de Recife, mas só escutando pra conferir que o cara é demais! Prestem atenção na letra da música!!! Lindaaaaa!!!! A imagem de hoje refere-se ao trecho da música que eu mais gosto: "Livre num canto da sala, engulo sopros de você!"

PS: Para escutar vocês precisarão clicar no selo para abrir a música. Esta não era MP3, então não deu pra colocar o player como sempre faço.


quarta-feira, 5 de setembro de 2007

:: All I Can Do Is TRY

(Suspiro!) E quanto a mim, acho que estou me achando, devagar estou voltando pra casa. Aprendi um bocado, selei uma amizade que eu custei a perceber o quanto era importante pra mim. Quanto a ele (eles?) eu deixei de ligar... I don't care anymore... Não mais me importa. Acho que já fiz o que estava ao meu alcance. Agora é a vez dele.
E sabe quando dizem que às vezes a oportunidade nos bate à porta e se não atendermos nos arrependeremos por toda a vida? Talvez essa mesma oportunidade não volte mais, porém outras virão, e ninguém pode dizer que uma é melhor que a outra. Quem faz acontecer somos nós.
Pensamento que eu escutei essa semana e guardei pra mim: "Uma guerra já está ganha e perdida antes mesmo que uma bala seja disparada."
Espero que gostem da música.
TRY - Nelly Furtado.

segunda-feira, 3 de setembro de 2007

:: O Medo de Amar

Talvez seja isso. Mas não me culpo (não mais). Às vezes desejamos tanto algo depois quando temos a oportunidade de tê-lo caímos em si e percebemos que talvez aquilo não seja o que queremos. Na realidade tenho medo dele ser o que eu quero, pois para tê-lo terei que ir de encontro a tudo que eu tenho por correto se fazer.
A verdade é que eu estou com medo de sentir tudo novamente. Da tristeza, da dor no peito, das lágrimas que custam a descer de tão orgulhosas, das memórias, do cheiro, do gosto do beijo... Tenho medo de querer mais e depois não poder me controlar. Estou escutando agora SWHITCHFOOT - YOU que diz "não sou eu, é você" tô tentando me convencer disso, pois a verdade é que eu tenho medo de mim!
Pessoal muito obrigada pelos coments, vocês me dão a certeza de que tem pessoas que escutam meus problemas e torcem por mim.

Por hora é só, continuo perdida.
Drêycka



Amores Mal Resolvidos

Olhe para um lugar onde tenha muita gente:uma praia num domingo de 40º, uma estação de metrô,a rua principal do centro da cidade.Metade deste povaréu sofre de dor de cotovelo! Alguns trazem dores recentes, outros trazem uma dor de estimação, mas o certo éque grande parte desses rostos anônimos tem um amor mal resolvido, uma paixãoque não se evaporou completamente, mesmo que já estejam em outra relação. Por que isso acontece? Tenho uma teoria, ainda que eu seja tudo, menos teóricono assunto.Acho que as pessoas não gastam seu amor. Isso mesmo!Os amores que ficam nos assombrando não foram amores consumidos até o fim. Você sabe, o amor acaba. É mentira dizer que não. Uns acabam cedo, outros levam10 ou 20 anos para terminar, talvez até mais.Mas um dia acaba e se transforma em outra coisa: lembranças, amizade, parceria,parentesco, e essa transição não é dolorida se o amor for devorado até o fim. Dor de cotovelo é quando o amor é interrompido antes que se esgote.O amor tem que ser vivenciado. Platonismo funciona em novela, mas na vida realdemanda muita energia sem falar do tempo que ninguém tem para esperar. E tem que ser vivido em sua totalidade. É preciso passar por todas as etapas:atração-paixão-amor-convivência-amizade-tédio-fim.Como já foi dito, este trajeto do amor pode ser percorrido em algumas semanas ou durar muitos anos, mas é importante que transcorra de ponta a ponta, senão sobralugar para fantasias, idealizações, enfim, tudo aquilo que nos empaca a vida enos impede de estarmos abertos para novos amores.Se o amor foi interrompido sem ter atingido o fundo do pote, ficamos imaginandoas múltiplas possibilidades de continuidade, tudo o que a gente poderia ter ditoe não disse, feito e não fez.Gaste seu amor. Usufrua-o até o fim. enfrente os bons e maus momentos, passe por tudo que tiver que passar, não se economize. Sinta todos os saboresque o amor tem, desde o adocicado do início até o amargo do fim, mas não saia dahistória na metade.Amores precisam dar a volta ao redor de si mesmo, fechando o próprio ciclo. Isso é que libera a gente para ser feliz novamente!
Arnaldo Jabor