sábado, 4 de setembro de 2010

Feridas de um ano atrás


Ás vezes me dou o prazer de cascavilhar postagens antigas aqui do blog, e me deliciar com felicidades passadas, me entristecer com as dores antigas, ou ainda pior, jogar sal nas velhas feridas. Há exatamente 1 ano atrás, dia 04 de Setembro de 2009 eis o que eu sentia:



Link para a postagem: INSÔNIA

"Eu não tenho a menor ambição de ser diferente. Eu só queria que você aprendesse a lidar com isso. E me aceitasse do jeito que eu sou. Sem muitas perguntas nem muito menos julgamentos. Só fechasse os olhos como eu sempre fiz."

Lembro bem que doía. Muito. E como com o tempo as dores se renovam, hoje as feridas são outras, mas as dores persistem. E insistem.

Aldrêycka Albuquerque

4 comentários:

Caio Paranhos disse...

Legal!
E lembrando que crepúsculo é um belo fnomeno natural, quando o sol se poe no céu em degradé. E só isso.

Kesi disse...

acho saudável lembrar, reviver, algumas coisas do passado... mostra como a gente é capaz de superar os obstáculos... mostra como a gente amaduree e aprende a viver...

beijos

Maria Fernanda Probst disse...

Sempre me divirto com as postagens antigas. Até as que doíam.


Damien Rice tudodebom hein?

Anna Oh! disse...

É bom revisitar as velhas moradas da nossa vida. Faz bem, resulta em descobertas... ou melhor, redescobertas sobre si.

Besos!