terça-feira, 27 de maio de 2008

:: Naked

Naked

Creio que a pior sensação que existe é a impotência, a impossibilidade de não poder fazer nada, estar de mãos atadas. Ninguém pode te salvar, você não tem forças para lutar contra isso. Bate uma sensação ruim, como se alguém pudesse ver através de você, você se sente nua, desprovida de reação.






Ele não para de te olhar daquela maneira. Mesmo você tirando os olhos da direção dos dele, parece que você sente aqueles olhos te percorrendo o corpo, como laser dilacerando sua grossa camada de vergonha, pudor, segredos...




But then you came around me
The walls just disappeared
Nothing to surround me
And keep me from my fears
I'm unprotected
See how I've opened up
Oh, you've made me trust

Naked – Avril Lavigne


Bate então o olho no olho, uma sensação forte, faz você desistir e olhar para baixo tentando tapar os segredos que ainda te restam, você se sente nua. Tenta pensar em outra coisa que não ele, tenta respirar normalmente, mesmo sendo essa uma tarefa difícil.


‘Cause I've never felt like this before
I'm naked
Around you
Does it show?
You see right through me
And I can't hide
I'm naked
Around you
And it feels so right
Naked – Avril Lavigne


Olha ao redor e não enxerga ninguém senão apenas vocês dois. Abre o caderno, folheia algumas memórias, tenta achar a palavra certa. Não encontra. Fica vagando com olhos perdidos no espaço tentando achar um motivo, uma razão para tanta angústia. Não encontra.


I'm trying to remember
Why I was afraid
To be myself and let the
Covers fall away
I guess I never had someone like you
To help me, to help me fit
In my skin
Naked – Avril Lavigne


No dia que paixão tiver sentido, creio que não mais estarei viva. Bons são aqueles que não têm coração, não amam, não se machucam, não se desiludem e principalmente não se apaixonam. Já dizia uma amiga, paixões passam, mas só para voltarem novamente mais tarde. Voltar em outros corpos, em outros beijos, em outras ocasiões e vestidas com outros pecados. Mas voltam.



Que o futuro que nos aguarda traga mais respostas que perguntas insolúveis.
Traga mais beijos e menos despedidas.
Traga mais sorrisos e menos lágrimas.
Que o futuro que nos aguarda nos mantenha juntos.
E juntos possamos esperar o tempo passar, agora sem pressa.



7 comentários:

André disse...

Ei Dreycka (poeta, mais que nunca). To numa correria maluca que nem tempo pra atualizar o TP eu consigo arranjar... hahahahaha
Mas eu venho aqui sempre; mesmo que não dê para comentar ;D
Bjs!

''[G]ü[R]ÿ disse...

uhhhu dreycka.. "caloroso" ese post, ein.. bem, 'pulsativo".. qndo lí, senti-me como estar sofrendo esses abusos de estar "naked" (só que na frante do pc.. rs rs rs)
mais outra vez, maravilhosamente bem!!..

parabens! conseguiu o que queria!

Maria Fernanda disse...

Esses tipos de olhares e sensaçõs são tão bons..

Vinícius Aguiar disse...

Discordo! Não vejo um real sentido na vida se não pudermos nos apaixonar, amar, errar, cair, levantar e seguir... a existência não teria sentido, seria monótona, triste demais. Ultrapassar todos os tipos de momentos, aprender com eles, dá um real sentido a nossa vida e quando conseguimos encontrar o momento certo e a pessoa certa, tudo passa a ser mais bonito e a valer a pena!!

Beijos!

''[G]ü[R]ÿ disse...

visite o 'amostra' e tenha uma surpresa! (momento 'dreycka').. rs rs rs...

alohaa

bernard n. shull disse...

i did a little research after you told me about your "thing", and if you want a way to make more money using your your blog you can enter this site: link. bye.

*Lusinha* disse...

Por incrível que pareça, mas gostar de alguém às vezes dói. Só que o bom que vem com tudo isso, compensa.
Bjitos!