domingo, 20 de dezembro de 2009

Romance




Assisti a esse filme ontem. É excelente! Um casal se conhece e se ama depois de uma temporada encenando "Tristão e Isolda" no teatro. Dentre coisas fenomenais do filme, eis algumas coisas que ainda me lembro:


- Paixões duram cerca de 3 anos. Depois disso elas acabam.

- Os relacionamentos mais lindos são compostos de duas pessoas que são infelizes pois: ou um deles não é correspondido ou, por algum motivo, ambos se amam mas não podem ficar juntos. Tristão e Isolda se amavam, mas Isolda era casada com Marcos, tio de Tristão. Dá pra perceber o drama, né?

- Amor é diferente de casamento. A gente se casa porquê se ama, mas se separa por causa de uma infiltração na cozinha. Casamento, no fim, é para pessoas medianas. Que trocam a ventura pela rotina.

- Apaixonar-se é se encantar por alguém que a gente inventa. Não passa de projeção.

- No amor, convivemos com a dualidade da realidade e da invenção/encenação.




Isso foi só o que eu me lembrei do filme. Cada um de vocês deveria assistir. É perfeito!!
Beijo a todos. Perdão pela ausência desses últimos dias.

2 comentários:

Ana Clara Maia disse...

Adorei a dica! Acho que vou até baixar o filme para assitir. Aqui em NY é difícil achar locadora com filmes brasileiros...
Beijinhos

- Thaís . disse...

Parece ser lindo. Assisto quando puder! Um beijo, moça.