quarta-feira, 11 de junho de 2008

:: Estúpido Cupido


O dia dos namorados, uma das datas comemorativas mais comerciais do ano, é o dia que shoppings, cinemas e motéis fazem fila. Ursinhos de pelúcia e caixas de chocolate ficam em falta no comércio e as vitrines ficam repletas de corações, flores e gurizinhos veados de asa e arco e flecha na mão. Mas me poupem, eita data chata!

O Dia dos Namorados, tratado em muitos países como Dia de São Valentim, é uma data comemorativa na qual se celebra a
união amorosa entre casais, quando é comum a troca de cartões com mensagens românticas e presentes com simbolismo de mesmo intuito, tais como as tradicionais caixas de bombons em formato de coração.
FONTE: WIKIPÉDIA
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_dos_Namorados

Quem aqui acha que o dia dos namorados tem alguma relação com o dia de São Valentim, por favor, precisa rever seus conceitos. Dia de São Valentim é o dia que todos se declaram e para isso não precisam necessariamente, ter namorado(a), nem muito menos precisam desenbolsar muita grana, um cartão geralmente basta. E quando digo que não é preciso ter namorado(a), é porque até os amigos recebem a homenagem, a idéia é presentear quem você gosta. Ou seja, em outras palavras, Dia de São Valentim é muito menos comercial do que o tal Dia dos Namorados brasileiro, na realidade existe uma questão cultural, simbólica e sentimental que vai além de presentes e motéis lotados.

A data de São Valentim é celebrada em seu dia mais tradicional:
14 de Fevereiro, já no Brasil esta data muda para 12 de Junho. A história de São Valentim começa durante o governo do imperador Caldeus II, este proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objetivo de formar um grande e poderoso exército. Caldeu acreditava que os jovens se não tivessem família, se alistariam com maior facilidade. No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Seu nome era Valentim e as cerimônias eram realizadas em segredo. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens jogavam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor. Entre as pessoas que jogaram mensagens ao bispo estava uma jovem cega: Assíria filha do carcereiro a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim. Os dois acabaram-se apaixonando e ela milagrosamente recuperou a visão. O bispo chegou a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: “de seu Valentim”, expressão ainda hoje utilizada. Valentim foi decapitado em 14 de Fevereiro de 270 d.C.
FONTE: WIKIPÉDIA
http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_dos_Namorados

Alguém acredita que o Brasil ousaria permanecer com a data de 14 de Fevereiro para o Dia dos Namorados? Óbvio que não, ninguém quer mexer em fevereiro e seu carnaval. Ah, o consumismo!! Bem, depois de ler a história verídica do Dia dos Namorados percebo o quanto hoje essa data foi deturpada.
Mas abstraiamos, além do consumo, atentemos para o cenário da sociedade nessa época. Não tem nada mais depressivo! Perceba:

Tudo fica vermelho ou rosa, muitos corações e flores por todos os lugares. Centro da cidade fica um caos, com casais de todas as cores, raças e (anham) sexo. São todos bonitinhos, perfeitinhos, cheios de amor pra dar. Não importa se não se dão bem, se estão prestes a terminar, se a infidelidade tá dando na canela, no dia 12 todos os casais do mundo devem estar em sintonia. Quanta hipocrisia!! E na televisão? Todos os comerciais associam produtos ao amor, desde papel higiênico até creme dental, todos os comerciais trazem casais lindos e apaixonados. Brega é quem tá sozinho, triste é quem tá solteiro, as vinte e quatro horas do dia 12 você escuta essa ladainha. Mas tenham dó, antes só de que mal acompanhado... Não é falatório de solteirona não, olhem pelo lado bom, nesta época nós solteiros, não precisamos gastar nada com ninguém! É só locar alguns filmes de suspense, comprar uns chocolates pra afogar as mágoas e pronto, a noite do Dia dos Namorados passa facin, facin... Hehehe.

E convenhamos, temos todo o ano pra namorar a vontade, um dia sozinho não mata ninguém. Amigos solteiros, estou os convidando para a noite do vídeo lá em casa, topam? É dia 12/06. Hahaha


6 comentários:

''[G]ü[R]ÿ disse...

então dreycka.. gostei de saber dessa história do Seu Valentim. Eu não conhecia a história mas sabia que era comemorado como dia dos namorados em outros paises.
Bom, como vc disse, pra que mexer no carnaval, tão bonitinho? .. E tbm, gostei, é soh mais um dia sozinho. Um dia qualquer! Nem é o dia do seu Valentim verdadeiro. É uma data qualquer que um comerciante pôs para vender chocolates e flores! Eu vou assistir filmes tbm!! Ctza!! Não estou nem aí pra esse dia... (outro solteirão!! :'( buááá)

é iso ae.. alohaa..

ps.não entendi o seu coment no amostra, mas td bem!

Vinícius Aguiar disse...

É... eu já tinha ouvido falar do dia de Valentim, e concordo com vc que o dia dos namorados é nada mais que uma data extremamente comercial, assim como dia dos pais e dia das mães... mas tenho que confessar que criou-se uma cultura tão violenta, que acaba com a auto-estima dos solteiros nesse dia... é horrível mesmo! basta sair na rua e ver que todo mundo está junto, e só vc sozinho... aff... mas tudo bem... assim como vc falou, são só 24 horas... e logo passa... todos sobreviveremos!!
ah, quanto à sessão de filme, to aceitando hein... hehehehehehe
beijos!

mundo a fora disse...

gostei do post

eu jarava q vc tava amando alguem

huauahuahaau

é apenas um dia e nada mais

bjokaaaaaaaaaa

Bella... disse...

menina, hj voltando do trabalho vi váaaaaaarios carros saindo de motéis. Mó invejinha... uhhahuahuahuahua

Marco De Toni disse...

Outs! Coloca resenha em...

Gostei!!! Não sabia nem de metade disso... Eu estou solteiro, sai com 2 casais de amigos hoje para um pequeno happy hour... queriam me arrumar alguém mas como dizem: "estou sussegado" (rsrsrs)

ÓÓÓTIMA postagem!

bjao!

Maria Fernanda disse...

as pessoas tornam-se tão frias no dia dos namorados e algumas chegam a ter raiva desse dia.. Pra que?