sábado, 2 de agosto de 2008

:: A Casca


PinUp

Cabelo esvoaçante, escova e chapinha recente.
Perfume de flores, suave.
Olhos verdes, grandes, amendoados.
Boca carnuda, levemente rosada.
Crucifixo prata no pescoço, dançando entre os seios delicados.
Blusinha branca cavada, sutiã preto bordado.
Calça jeans apertada de cintura baixa.
Barriguinha aparecendo, pêlos dourados à mostra.
Pernas torneadas, marcadas pelo jeans azul claro.
Sandália alta, pés delicados com unhas vermelhas cor de sangue.
Ela vai passando, todo mundo olhando.
Então vai a guria, menina moça tão linda.
Sorriso belo, beleza estonteante.
À noite em seu quarto, a bela se torna real.
Dispensa aparatos, se desmancha em suas lágrimas.
Chora suas insuficiências, suas impossibilidades.
Anseia morrer, toma pílulas para anestesiar a realidade.
Atriz da sua própria vida.
Lamenta ser quem ainda é.



Nova head. Espero que gostem.

5 comentários:

Lily disse...

nossa, que triste ela!
tá na hora dela ser a diretora da vida e não a atriz, não? rs

bjkssss

Inutilidade Feminina disse...

Contou uma história que é fato e realidade para muitas mulheres, sem dúvida... Menina, não sabe o quanto q gostei do seu blog, mto bom mesmo, sem querer encher linguiça nem nada... eu simplesmente adorei!

Tem selinhos de presente para vc no meu blog, pq sem dúvida vale a pena voltar aqui para ler o q vc escreve!

beijos

Guria disse...

Pessoa que passa algo por fora maravilhoso e por dentro triste e frustrada... ahhhh como conheço gente assim, como (..)
Maravilhosas palavras.

Beijos

Mary West disse...

Tão futil e tão profunda ao mesmo tempo. Será que ela tem salvação? Veremos...

Elis disse...

AI.nina..srs que moça bonita ao mesmo tempo tão real...nossa como vc conseguiu passar algo tão real no mundo de mocinhas....rsrs

muitas vezes é assim que nós garotinhas nos sentimos e vc conseguiu misturar fantasia e realidade de maneira tão simples...ahhh amo seus textos...rsr!

um xero nina!!!