quinta-feira, 30 de agosto de 2007

:: Quem é você?!


Ontem me fizeram esta pergunta. Não com essas palavras, obviamente, mas queriam que eu falasse sobre mim, pra me conhecer melhor. E agora? O que falar? Não lembro quem de vocês um dia comentou que costuma se auto-sabotar (acho que foi a Helena), mas enfim, foi o que aconteceu, pasmem! Eu me sabotei!!!! Socorro! O que houve comigo?!
Em vez de dizer que eu era inteligente, bonita, esperta, rainha da inglaterra e prima da Lady Die, eu fiz o que eu nunca imaginei que faria. Disse que eu não era boazinha, que era doida e um pouco esquizofrênica (putz!! kkk), já enfiei uma dizendo que era possessiva e acabei com tudo quando terminei dizendo que faço muita coisa sem pensar! Parabéns, você acaba de se auto-sabotar!!

Mas depois de muito pensar, vim aqui fazer um “about me” indiscreto, sem noção e realista. Detalhe que eu já tinha feito um, mas esse agora é mais desencanado.
ABOUT ME 2
(declarações desajustadas de uma sonhadora desvairada)

  • Sou inconstante e já usei aparelho ortodôntico.

  • Sou feliz com a vida e adoro comer.

  • Não me aceito por completa e já pensei em desisti de tudo.

  • Tenho problemas com ciúme e não sei nadar.

  • Tenho medo de aprender a dirigir e odeio sair sozinha.

  • Tenho medo de morrer sozinha e não tenho medo da morte.

  • Adoro música e às vezes penso demais.

  • Às vezes penso de menos e me seguro pra não chorar.

  • Sou meio louca e amo muito as palavras “esperança” e “futuro”.

  • Se pudesse ser um animal seria uma borboleta e não saio de casa sem o celular.

  • Não me arrependo e sorrio dos meus erros.

  • Fico ressentida, mas não culpo ninguém pelos seus erros, só a mim mesma e adoro o sorvete de pavê da Kibon.

  • Me lamento pelo que fiz de errado e odeio acordar cedo.

  • Acho que existe amor pra vida toda e tenho um blog que escrevo coisas que nunca disse nem pra mim mesma!!

  • Sou conservadora e adoro sacanagens (vocês entenderam, neh?).

  • Eu sonho demais e nunca desejei ter um cachorro como todas as crianças normais.

  • Às vezes penso e não falo.

  • Às vezes falo sem pensar.

  • Às vezes ajo sem pensar.

  • Às vezes penso, penso, penso e às vezes amarelo.

  • Sou o preto e o branco.

  • Sou eu, só eu!
Só que hoje tudo mudou
...
Me acordei e o primeiro pensamento que tive foi: “Quanto mais eu tento me achar, mas eu me perco!!” Estou triste comigo mesma, estou cada vez mais me afastando de mim mesma. Uma vez já cheguei a comentar que eu posso ser várias pessoas sem deixar de ser eu mesma. Hoje todos esses “EUs” estão brigando, e só quem perde isso sou eu... Sabe aquilo de Me, Myself and I? É exatamente isso, sou um mix de muitos, e isso machuca. Eu que estava tentando fazer uma faxina no meu coração, tentando procurar onde foi que eu coloquei o meu pra depois procurar um outro, simplesmente me perdi. Não sei mais o caminho de volta pro meu cérebro, to vagando entre a razão e a emoção, ou entre a razão e a insensatez. Eu não estou me reconhecendo. E a culpa é toda minha.

5 comentários:

bella..=^.^= disse...

Nossa!
Desde que o mundo é mundo, o homem tenta ser quem ele nao é. E adivinha o que sempre acontece????
Exatamente. Ele se perdedentro dele mesmo.
Se liga, guria. Voce nao tem que ser outra pessoa.
Bjussssssss

Heliarly disse...

Post legal... quando tiver um tempo vou plagia-lo....posso?

Vinicius disse...

acho que a lu (que tem um blog com o nome parecido com o seu) que falou uqe se auto sabota tbm rsrs....
nossa to com sauddes de vim aqui rs.. to numa correria danada rs...

*Lusinha* disse...

Só não se condene por isso, porque temos o direito de nos perder de vez em quando para nos acharmos depois...
Bjitos!

andré disse...

engraçado, eu sou mais ou menos assim.
hehehe
bjs!